OUÇA – TUNT TÁ

por Pedro Zanotto

Chega uma hora em que até o mais potente newclubber (leia-se festeiro dos anos dois mil) procura fugir do tunt tunt da música eletrônica pra não enjoar. Sendo assim, nossos ouvidinhos de gente finíssima merecem um descanso com uma seleção menos digitalizada.

Primeiro, o novíssimo Red Lips, da ninfeta Sky Ferreira (que nome é esse, fia?). A bonita tem sanguinho brasileiro e tá na campanha do perfume CK One Shock (o masculino é incrível e já me possui). Só pelo clipe ter sido dirigido pelo Terry Richardson, já valeria a pena, mas a música é gostosíssima e a Skyzinha não tem medo de aranha, pelo jeito. Aliás, esse batom na cara me fez lembrar daquele vídeo babadeiro da Heatherette com a Amanda Lepore, Bon Jovi, M.A.C., Billy Idol e tudo mais (veja aqui, queridíssimo leitor!). Só não vai tentar fazer em casa, senão a leitora vai ficar que nem o Ronald McDonald…

Sente o babado: em Battez-Vous, as francesas do Brigitte pedem que os rapazem briguem por elas. A briga, porém, leitor atencioso, vira um beijo guei com direito a rolar na grama! Como não amar??? (três interrogações dão ênfase) O vídeo é uma aula de carão avec élégance: assista e aprenda.

Amerigo é uma das músicas mais lindas que ouvi nos últimos tempos e faz parte do último álbum da Patti Smith, Banga, que conheci através da review de uma amiga queridíssima (leia aqui!). O título da música refere-se ao descobridor da América, Américo Vespúcio (em italiano, Amerigo Vespucci) e a música termina com Patti dizendo: “And the sky opened/ And we laid down our armor/ And we danced naked as they/ Baptized in the rain/ Of the New World

Se você acha que música italiana é só tarantella, pelo amor de qualquer coisa, continue lendo. A italianinha Celeste Gaia me deixou innamorato (apaixonado, pra você que não é poliglota, risos!). Carlo é uma música fofíssima e o vídeo é sobre uma menina apaixonada, que vê o nome do amado por tudo aonde vai, no inverno de uma típica cidade italiana. Dikinha: cata os acessórios da donna no vídeo!

Pra terminar, uma velharia que eu amo. Direto dos anos mil novecentos e oitenta, I’ve Seen That Face Before, ou Libertango para os mais chegados. É incrível como Grace Jones conseguiu unir o reggae (que ela sabe fazer com propriedade, devido ao sangue jamaicano) com a melodia de uma gaita/ acordeon, que sugere um tango já no nome da música. Conheço duas versões: a mais famosa, que tem um segmento cantado em francês, e ainda outra, que ganhou o nome Esta Cara Me Es Conocida e tem o mesmo segmento – intensamente caricato – cantado em espanhol, que eu acho fundamental destacar: ¿Qué cosa vas buscando?/ ¿Encontrar con la muerte?/ ¿Quien piensa que eres?/ Tu también detestas la vida!


Tem palavras pro clipe? Outra aula de carão…

(posso upar a versão em espanhol, que é um pouco rara, se houver interesse de vocês, lindas e formosas!)

Eu poderia ficar aqui indicando várias outras coisinhas, mas vou tirar a máscara de pepino agora, quem é linda me entende! Espero que tenham sido minutinhos de regozijo para vocês, porque pra mim foi lisérgico. Beijos

Comments
One Response to “OUÇA – TUNT TÁ”
Trackbacks
Check out what others are saying...
  1. […] loja Virgin da Times Square > TÁ?! Pra terminar, um trecho da versão de Libertango em espanhol que eu já havia comentado seguida de Slave to the Rhythm, da Greice, que eu amo❤ Abaixo, o vídeo com vários trabalhos […]



Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

  • Artigos & páginas mais populares

%d bloggers like this: